sábado, 7 de outubro de 2017

O MINGAU DE CACHORRO Recifense

Pelas ruas do Recife, indo para XI Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, encontrei uma simpática senhora vendendo alguma coisa que era servida em um copo descartável. Curioso me aproximei e o cheiro estava muito bom, perguntei o que era: ela respondeu “Mingau de Cachorro”.
Tomei 2 copos. Subiu um calor dos pés até a cabeça, fiquei cheio de energia e pelos sintomas estou ligeiramente desconfiado que o tal mingau é afrodisíaco.

E assim fui para a #bienalpe


terça-feira, 3 de outubro de 2017

‘O REGOZIJO E A VEEMÊNCIA’ na XI – BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO DE PERNAMBUCO

Na segunda-feira dia 09 de outubro (2017) às 14h, na PLATAFORMA DE LANÇAMENTOS da XI – BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO DE PERNAMBUCO, estaremos realizando mais um lançamento do livro ‘O REGOZIJO E A VEEMÊNCIA’.

A obra consistem em uma combinação de psicanálise e literatura permeando pelos gêneros de romance, conto, poesia e gastronomia. Esses cinco pilares tornam a leitura atraente e gostosa a cada página. Regozijadamente, a gastronomia se interliga com a poesia, dando origem a um romance onde é narrado através de um conto com diálogos, que remetem à psicanálise de forma bastante veemente. #bienalpe



terça-feira, 22 de agosto de 2017

O Poder da Mão-de-Vaca

Você compra o mocotó já fatiado no açougue, compra também o bucho já tratado e cortadinho e higienizado.

Antes de levar pra panela de pressão, você lava com vinagre, deixa descansar por meia hora numa solução de água com limão.

Joga fora a água e coloca tudo na panela de pressão.

Temperos:

Alho
Colorau
Cominho.
Agua (até cobrir todo o conteúdo)

Depois que a panela pegar pressão deixar cozinhar por 30 minutos.

O Resultado foi esse: 


Detalhe: Não usei nada de verduras ou ervas.

sábado, 12 de agosto de 2017

OVOS APIMENTADOS

A foto NÃO FICOU muito boa, mas tudo bem...
Vamos lá:
Eu resolvi experimentar essa ideia e ficou muito boa.
Utilizei a pimenta “biquinho” pois ela não arde muito e ainda dá um sabor especial.

MODO DE PREPARO:

1-Fritei a pimenta na manteiga pré-aquecida, adicionando alho e cebola picada (a gosto)
2-Adicionei os ovos, sal e para dar um certo “charme” mas também um sabor legal, joguei por cima (durante a fritura) coentro e cebolinha bem picados.
Aí está o resultado...
Posso lhes afirmar que ficou muito saboroso.
Bom apetite.


sábado, 17 de junho de 2017

O Poder o coelho frito

Desta vez foi a vez de comer coelho na casa da minha amiga Cristina.

Depois de lavar bem a carne do coelho com água quente para dar consistência à carne e tirar toda baba foi a hora de temperar...
Antes disso é importante uma coisa, corta no estilo à passarinho, para que possa fritar melhor e ocupar menos espaço na panela.

Vamos aos temperos para o coelho:

Alho
Sal
Cominho

(tudo a gosto)

Eu passei no liquidificador com óleo e um pouco de água. Tudo a carne ficou no tempero por 3 horas. Para pegar bem.

Depois foi só fritar no óleo quente.

PARA A COMPANHAR...

Macarrão ao molho pesto com queijo de ricota
Arroz refolgado
Torradas com ervas e azeite  (a receita desses dois nem preciso passar porque cada um faz do seu jeito)